segunda-feira, 15 de fevereiro de 2016

Projeto de Lei parado


Prêmios em dinheiro



Projeto que estipula obrigatoriedade de pagamento em dinheiro aos vencedores das provas de corridas de rua em Fortaleza permanece dormindo em berço esplêndido nas gavetas da Câmara Municipal de Fortaleza. O Projeto de Lei Ordinária número 207/2015, do vereador Márcio Cruz (PROS) estava próximo de ir a plenário, no ano passado, mas o vereador Evaldo Lima, que já foi secretário de Esportes de Fortaleza, pediu vistas no projeto.

 Desde então, do dia 14 de outubro até hoje, o projeto está na Comissão de Constituição, Justiça e Legislação Participativa. A proposta é polêmica e toca em um ponto importante dentro da realização dos eventos de corrida de rua. A ideia é que os organizadores estipulem prêmios em dinheiro - e não só troféus - em todas as corridas onde há cobrança de taxas de inscrição. 

 Ora praticamente não existe corridas na capital cearense sem a cobrança de taxas. E nem todas estipulam prêmios em dinheiro. É o caso das provas do Circuito das Estações, circuito nacional e cuja taxa é uma das mais caras - R$ 99. Apesar de grandes patrocinadores, ela não paga qualquer valor aos primeiros colocados. Esse é só um exemplo, há varias outras.

 Em contra-partida, em uma prova menor na cobrança de taxa e número de pessoas, como foi a 4ª Corrida de São Sebastião, em Maranguape, disputada no último domingo, os três primeiros colocados no masculino e feminino ganharam prêmios em dinheiro. Grana que sempre ajuda o atleta na preparação para as próximas provas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário