quinta-feira, 12 de novembro de 2015

OS TIPOS DE PIPOCAS

Já viu algum destes por ai?




Todo "pipoca" - aquele que corre sem se inscrever -  sempre tem uma desculpa, aceitável ou não. A questão do uso do espaço público é uma delas. Outra é com o preço das inscrições. Seja qual for, eles estão ai nas corridas e são bem conhecidos. Saiba algum destes tipos e suas desculpas.


O “de passagem”
É aquele sujeito que, durante o treino dominical, descobre que uma corrida está acontecendo por perto de seu trajeto de todos os domingos. Em busca de companhia e/ou motivação, ele segue por alguns quilômetros com os corredores inscritos. Não quer medalha, não quer kit, não quer cruzar a chegada. No máximo, um copinho de água antes de seguir seu caminho.





O “carona
É uma pessoa que começa com boa intenção, mas acaba pisando na bola. Apesar da turma toda ter se inscrito para determinada prova, ele não quis ou não pôde, mas se escala para ser o motorista no dia da corrida. Só que, chegando lá, dá aquela vontade de correr  e o “chofer” resolve participar também.




O “Mutley”
Para ele, vale qualquer artimanha para pegar uma medalha. Os malfeitos do pipoca Mutley são percebidos perto da linha de chegada, porque é apenas o que o separa do seu grande objeto de desejo: “medalha, medalha, medalha”. 








O “Dick Vigarista”

De todos os tipos de pipocas, este é o mais ardiloso. Ele não quer correr junto, ele não quer participar da festa, ele não quer kit de alimentação, ele não quer medalha, ele não quer camiseta de finisher… Ele quer tudo isso e o que mais for oferecido aos participantes! Mas sem se inscrever na corrida. Para conseguir, este bandido (que é como os norte-americanos se referem aos pipocas, bandit runners) é capaz de qualquer coisa. Inclusive, imprimir números de peito iguaizinhos aos oficiais, ou correr com números de outras provas, o que deixa claro sua intenção criminosa. 


Fonte: Zé Lúcio Cardim do site www.pensologocorro.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário