terça-feira, 25 de novembro de 2014

Atraso e água quente


        Podia ter sido melhor



   A procura pela inscrição na Corrida e Caminhado Sesc, em Fortaleza, tem aumentado a cada ano. Só na prova de domingo passado foram quase 2,5 mil inscritos, segundo a organização. Uma prova do interesse do público corredor.

   Ingredientes para isso não faltam. O preço é bom -R$ 20, o mais caro - o trajeto é diferente, na periferia e fugindo do tradicional da Beira Mar e a estrutura é de bom porte, com muita gente trabalhando.

  O grande problema tem sido a execução. Há dois anos participei pela primeira vez e faltou medalha para quem chegava mais tarde nos 10km. Logo a medalha! Quem fez muita questão teve que ir apanhar a sua na segunda-feira, na sede do Sesc.

 No domingo, logo na prova que comemorava 30 anos, voltei a competir e novamente  houve  problemas. Primeiro na largada. Houve atraso inexplicável de quase 15 minutos, o que provocou chiadeira geral. O locutor se esgoelou, sem sucesso, para tentar fazer largada separada para os 5km e 10 km. Não foi obedecido. Também não havia necessidade.

  Com o sol troando na cabeça, logo na saída muita gente invadiu o posto de água montado a menos de 200 metros da largada que estava reservado para quem vinha do outro lado. Se foi errada a localização do ponto, pior foi a má educação dos corredores.

   Além do atraso, o pior foi receber água quente nos pontos de hidratação. Será que esqueceram do gelo? Na realidade, água gelada só foi aparecer praticamente nos 5 km finais. 

  Atraso e água quente não dá. A prova precisa ser tratada com mais carinho, com um marketing mais incisivo. Nem a medalha escapa da falta de criatividade. É simples demais para a grandiosidade do Sesc - o kit foi entregue sem ao menos uma sacolinha com a marca Sesc;

 Alô Fecomércio. Vamos melhorar....


Confira sua classificação no link http://bit.ly/1C87Ixu

Nenhum comentário:

Postar um comentário