segunda-feira, 4 de agosto de 2014

Turismo e corrida






TURISMO E DESAFIOS trazem atletas ao ceará


  Um dos destinos turísticos mais procurados no nordeste também atrai o maior número de atletas "estrangeiros" no Brazil Run Series/Circuito de Corridas CAIXA. No último domingo (3), pelo menos 10% dos 3.500 competidores que disputaram etapa de Fortaleza do circuito vieram de outros estados. Muitos, inclusive, deixaram o Sul para enfrentar as altas temperaturas da capital cearense.

"A temperatura realmente judia de quem vem do sul. Não consegui correr abaixo dos 58 minutos. Mas para quem estava passeando há três dias em Fortaleza, está bom demais. O Brazil Run Series/Circuito de Corridas CAIXA é uma chance de conhecer o Brasil inteiro cuidando da saúde", comemora Eloir Guetten da Boaventura, de Foz do Iguaçu, Paraná, destacando a presença da competição em quatro das cinco regiões brasileiras,
 com 12 etapas ao longo do ano.

     O advogado, de 50 anos, começou a correr incentivado pelo cunhado, Eduardo. Meu cunhado entrou nesse esporte há dois anos para combater o vício em cigarro, e chamou a família inteira para acompanhá-lo. Eu resisti muito, mas, em novembro do ano passado, fui fazer um check-up e descobri que estava com o colesterol muito alto. Levei um susto e decidi correr também" conta o advogado Eloir Guetten da Boaventura. "Em abril, refiz os exames e estava tudo normal, colesterol, fígado... Me achei na corrida."


Para o ex-fumante Eduardo, de 45 anos, correr é a melhor forma de promover a saúde, para si mesmo e para familiares e amigos. "Hoje eu já corro 21 km, e estou me preparando para correr os 42 km de uma maratona. Mas foi a primeira vez no Brazil Run Series/Circuito de Corridas CAIXA", explica o técnico em segurança do trabalho, também de Foz do Iguaçu. "Unir turismo e exercício físico é a receita perfeita. E a prova de Fortaleza foi muito bem organizada, com um staff distribuindo água e proteínas para os atletas. Além disso, o vento da beira-mar é excelente, compensa muito o calor excessivo que faz na cidade."




Ação social - A etapa de Fortaleza do Brazil Run Series/Circuito de Corridas CAIXA também foi marcada pela solidariedade. Durante a prova, no domingo (3), os participantes levaram seus calçados usados para doação, lotando uma grande caixa que será destinada às entidades beneficentes filiadas à Federação Cearense de Atletismo (FCAt).

"Temos 22 entidades, 19 delas ativas, em todo o Ceará. Vamos fazer uma triagem dos tênis doados, por capacidade de uso e numeração, e repassar a essas entidades, em especial às mais carentes. A ABI e a Força Falcão de Atletismo, na Escola João Nogueira Jucá, por exemplo, fazem um trabalho muito importante", cita Jerry Welton Barbosa Gadelha, presidente da FCAt. "Essa campanha é fabulosa, pois agrega valor social ao evento e atrai a comunidade, mostrando a contribuição que o esporte pode dar."

Um dos mais engajados na ação era Manoel Djacir Braga, conhecido como o Zorro Cearense. Usando o personagem defensor dos desfavorecidos para divulgar o trabalho da Associação Beija-Flor, que atende crianças com lábio leporino, Manoel fez questão de doar seu primeiro tênis, feito sob medida por um amigo quando ele ainda sofria com a obesidade. "Divulgar ações do tipo nas corridas é fundamental para ajudar a quem precisa. É uma campanha muito boa", reforça o atleta.

A ação fez parte da campanha de doação de tênis iniciada nesta temporada, sob o slogan "Todo mundo tem o direito de correr, ajude alguém a ir mais longe." Além de Fortaleza, instituições de Salvador, Uberlândia, Campo Grande, Belo Horizonte e Goiânia, cidades que receberam o Brazil Run Series/Circuito de Corridas CAIXA no primeiro semestre, também foram beneficiadas. A próxima cidade a contar com a campanha é Recife, sede da sétima etapa da competição, neste domingo (10).

Realizado desde 2004, o Circuito CAIXA conta com a chancela da Confederação Brasileira de Atletismo (CBAt), e passa por quatro das cinco regiões brasileiras. Depois das provas em Salvador (13/4), Uberlândia (3/5), Campo Grande (11/5), Belo Horizonte (25/5) e Goiânia (8/6), a competição ainda terá etapas em Fortaleza (3/8), Recife (10/8), Porto Alegre (31/8), Ribeirão Preto (11/10), Curitiba (19/10), Brasília (23/11) e São Paulo (30/11). As 12 corridas somam pontos para o Ranking CBAt/CAIXA de corredores de rua. Os dez primeiros colocados no ranking, no masculino e no feminino, garantem o patrocínio da CAIXA para 2015.

O Circuito CAIXA é uma realização da HT Sports, com patrocínio da CAIXA Econômica Federal e co-patrocínio da Centauro e apoio da Nutry. Em Fortaleza, conta ainda com o apoio da Prefeitura de Fortaleza, Indaiá e Citrus, além da supervisão técnica da Federação de Atletismo do Ceará e CBAt.

Nenhum comentário:

Postar um comentário